agende.png

Ver valores do procedimento

Perguntas e Respostas

01 - Como funciona a Carboxiterapia no tratamento para a queda de cabelo?


O gás carbônico medicinal purificado (grau de pureza de 99%) é injetado no couro cabeludo. Pelo mecanismo do efeito Bohr, aumenta-se a saturação do oxigênio no tecido, o que estimula a circulação sanguínea e o crescimento do cabelo.




02 - Como é realizado o procedimento da Carboxiterapia para queda de cabelo?


É realizada através da injeção de gás carbônico medicinal purificado, por uma agulha bem fina, em alguns pontos no couro cabeludo.




03 - Quantas sessões de Carboxiterapia são necessárias para que haja melhora na queda de cabelo? E qual o intervalo entre elas?


O número de sessões varia conforme a indicação clínica. Costuma-se observar uma resposta rápida em relação a queixa de queda de cabelo. Para repilação, geralmente é observada após 3 meses. Recomenda-se um mínimo de 10 sessões com intervalos quinzenais.




04 - É necessário fazer alguma manutenção após o tratamento com a Carboxiterapia?


Dependendo da causa da queda de cabelo, é interessante realizar sessões de manutenção de Carboxiterapia.




05 - Posso associar a Carboxiterapia a outros tratamentos para queda de cabelo?


Sim. É muito comum a associação com a Mesoterapia, podendo ser realizada em conjunto, na mesma sessão.




06 - Como se faz a eliminação do gás carbônico injetado no couro cabeludo durante o tratamento com a Carboxiterapia?


O gás carbônico injetado na Carboxiterapia é eliminado através da expiração pulmonar.




07 - Quais são os cuidados pré e pós-procedimentos na Carboxiterapia?


Não são necessários cuidados pré e pós-procedimentos específicos. O paciente pode retornar as atividades rotineiras, inclusive ao trabalho, logo após a sessão.




08 - O procedimento de Carboxiterapia dói?


O gás carbônico ao ser injetado no couro cabeludo pode causar uma sensação de queimação, seguida de dormência, bem tolerada pelos pacientes. A sensibilidade a dor é muito pessoal e pode variar de acordo com o fluxo de gás.




09 – Existe alguma contraindicação à Carboxiterapia no tratamento de queda de cabelo?


Não existem contraindicações específicas. No entanto, apesar de toda a segurança, trata-se de um procedimento invasivo, que deve ser realizado por médicos especializados para evitar riscos e complicações, como a embolia gasosa.




10 – Existe algum risco de alergia à Carboxiterapia?


Não. O gás carbônico medicinal, com 99% de grau de pureza, é o mesmo utilizado em cirurgias videolaparoscópicas, com a diferença de que nestas cirurgias são injetados até 11 litros de gás na cavidade abdominal, enquanto que, no tratamento estético dermatológico, aplicam-se apenas 10ml no couro cabeludo.





whatsapp-logo-1-1.png