Ver valores do procedimento

Perguntas e Respostas

MMP Capilar

01- Como é realizado o MMP para queda de cabelo?


O aparelho MMP é friccionado sobre o couro cabeludo, causando micropunturas sobre a pele. Através dessas microperfurações, aplicam-se substâncias medicamentosas que irão promover o crescimento capilar, como o minoxidil, finasterida, dutasterida, fatores de crescimento, d-pantenol, biotina, triancinolona, complexo vitamínico, entre outros. As sessões são realizadas em intervalos mensais.




02- O MMP dói?


A sensibilidade para dor é algo muito pessoal. Geralmente o paciente sente um desconforto tolerável. Caso contrário, orienta-se a troca de técnica por outra que se adapte.




03- Quantas sessões de MMP Capilar são recomendadas para tratar a queda de cabelo?


Para o tratamento de queda de cabelo, são geralmente recomendadas 3 sessões de MMP a intervalos mensais. Ao terminar o ciclo, avalia-se a necessidade de repetir mais um ciclo de 3 sessões. Caso contrário, opta-se por sessões de manutenção a cada 4 meses.




04- Posso associar o MMP a outras técnicas para tratar a queda de cabelo?


Sim. Para a queda de cabelo, uma boa opção seria associar a bioestimulação com LED ou laser de baixa potência.




05- Posso retornar ao trabalho logo após a sessão?


Sim, mas o ideal seria repousar em casa, já que o couro cabeludo estará exposto pelas micropunturas.




06- Quais os cuidados pré e pós-procedimento devo tomar?


Orienta-se lavar o cabelo no dia do procedimento, ou na noite anterior. Após a sessão, deve-se evitar a exposição a ambientes sujos, usar touca, e lavar o couro cabeludo somente após 24h. Usar chapéu, evitando a exposição solar direta, piscina e praia por 1 semana.




07- Existem contraindicações ao MMP Capilar?


Sim. Evitamos o procedimento em gestantes, lactantes, presença de eflúvio agudo, quadros infecciosos, feridas abertas no local da aplicação e histórico de alergias.




08- Existe risco de alergias ao MMP Capilar?


Sim. Caso o paciente tenha hipersensibilidade a algum componente da fórmula, deve-se evitar mescla com tais substâncias, optando-se por outras mesclas.




09- Quais as possíveis complicações ao MMP Capilar?


Pode ocorrer eflúvio pós-procedimento, urticária de pressão, reação de hipersensibilidade local, petéquias, equimoses, hematomas, infecção, surgimento de linfonodomegalia na cadeia cervical. Apesar de seguro, o procedimento deve ser realizado por um médico especializado.